segunda-feira, 20 de novembro de 2006

A Leonor está doente!


Pois é, tal como se pode ver pela carinha a Leonor está doentinha!

Febre, falta de apetite, tosse... 'tadinha esteve o dia todo muito chochinha... nem refilou por não ter ido à escola o que é inédito e ainda por cima hoje era dia de karaté... esteve mesmo em baixo a "pechibeca". Amanhã ficará também em casa, vamos lá ver como corre se temos refilice ou não...

Estamos a fazer um esforço para o Sérgio não ficar também doente, o que provavelmente será uma luta inglória... tentamos que a Leonor não esteja perto dele mas não é fácil e normalmente quando fica um doente acabamos por ficar todos também!





Nestas alturas sabe bem já ter uma filhota assim tão crescida como a Andreia pois estes momentos que ela passa com o Sérgio de brincadeira ou apenas de miminhos são uma ajuda preciosa, ou para estarmos com a Leonor ou para estarmos libertos para fazermos tudo o que é necessário numa casa de família... E não pára de crescer esta
menina... apesar de ter todos os tiques, bastante irritantes, de uma jovem adolescente, está também muito "grande"!


Amanhã vou à médica no centro de saúde, é sempre um susto quando se vai ao centro de saúde, vamos lá ver como corre... mesmo assim estas últimas vezes não foi mau de todo e até estive com uma médica muito simpática o que também é raro nos centros de saúde... vou finalmente entregar o rx pulmonar para ela me passar o atestado para entregar no ginásio pois já passou o prazo de entrega... como não tenho médico de família a médica fez-me fazer os exames necessários para me dar o atestado, até fiquei espantada... de facto nós portugueses estamos tão habituados à incompetência e à falta de educação dos médicos na saúde pública que até achamos estranho quando um médico, neste caso uma médica, até é responsável e atenciosa... deveria ser sempre assim não é?




domingo, 19 de novembro de 2006

O bem bom está quase a acabar...

Pois é... o cheirinho do Natal já anda no ar... a lista dos presentes já está feita, alguns até já estão escondidos aqui pelos recônditos da casa... e apesar de eu adorar esta época e toda a agitação que a envolve, não consigo deixar de pensar que estou quase quase a voltar ao trabalho...
Não é que isso seja mau... afinal sou uma das pessoas com o privilégio de trabalhar naquilo que gosta... mas não consigo deixar de pensar que o meu bébé vai ter de ir para a creche! 'Tadinho, só vai ter 5 mesinhos quando isso acontecer, no inicio de Janeiro, será mesmo ano novo vida nova...
Não me posso queixar muito pois no final fiquei 5 mesinhos em casa com o salário a cair no final de cada mês... mas custa muito deixar o menino... é tão pequenino...
O que sinto é muito contraditório, pois por um lado apetece-me voltar ao trabalho que isto de estar todo o dia em casa também cansa... mas por outro lado não me apetece nada deixar o meu filhote tão pequenino em mãos alheias...
O bom mesmo seria como foi com a Leonor que voltei a trabalhar devagarinho... não ia todo o dia nem todos os dias... isso seria o ideal, sei lá trabalhar só uma parte do dia... enfim lá terei de me conformar, tal como se conformam milhares de mães...
Tenho de tentar não pensar nisso e aproveitar ao máximo este último mês e meio que me sobram sem outras preocupações que não sejam os meus filhotes...


Hoje vou ter a família (dizendo melhor, parte da família, pois a lisboeta está lá por baixo) cá em casa... vamos fazer um jantarinho de carninha na pedra, vai-me saber bem. A D. Ilda já cá está, o Jonas foi buscá-la à hora de almoço para ela matar saudades dos netos, o Nelo e a Sara devem estar quase a chegar com os míudos, o Tiago e o Gonçalo... o João e o Zé ao domingo nunca podem vir, pois têm escola manhã e por isso têm de ficar em Penafiel.
Portanto vamos ter um final de dia bem bem agitadinho, especialmente por causa das crianças, são muitos e agora cm os dois bébés vai ser giro... acho que as nossas jantaradas são piores que os piores jantares italianos, em que a algazarra à mesa é geral...

Bom... antes que comece a confusão vou ver um filmezito com as meninas, o Jonas e a sogra...

sexta-feira, 17 de novembro de 2006

Tiago e Gonçalo





Vou aproveitar para "postar" os meus sobrinhos Tiago e Gonçalo! O Gonçalo acabou de nascer tem 3 diazinhos e apesar de ter um ar forte que já lhe deu o apelido de "pitt bull" é um bébézinho... esta foto é do dia em que nasceu A do Tiago é de Abril deste ano...

O Sérgio a rir...



Aqui ficam umas fotos do Sérgio de 27 de Outubro. Acho que este meu filho vai partir os corações das garinas todas...

O Sérgio e Nós!

A Avó Maria João com os 3 netos na sua última visita aqui às terras do norte!

Eu babada com os filhote mais novos.


O Sérgio com as manas Leonor e Andreia.

Sérgio


Chegou finalmente a vez do Sérgio... claro está que é o reizinho cá e casa! E muito bonzinho, dorme, come, dorme...

Não me posso queixar... é claro que há algumas noites mal dormidas, mas ultimamente ele já faz 7 horinhas... o que é bem bom!!!
Aqui ficam algumas fotos!





terça-feira, 14 de novembro de 2006

Gonçalo

Já nasceu...
O Gonçalo, o meu mais recente sobrinho, nasceu hoje às 4h00!
A familía aumenta a uma velocidade às vezes assustadora!!!
E é 0 4º rapazinho para a Sara... que tudo corra bem é o que se deseja agora!
Já estou desejosa para o ir ver... vou mais logo!

Ainda a Leonor






Leonor 2













segunda-feira, 13 de novembro de 2006

Leonor

Chegou a vez de "postar" a minha filhota Leonor!
Na plenitude dos seus 4 aninhos, não tem ainda os feitos da irmã mais velha, mas com o gosto que tem pela escolinha temos esperança que siga os passos da irmã!!!
É verdade... quando às vezes (raramente) decidimos que ela não vai à escola (porque se deitou muito tarde, ou porque estamos muito cansados, ou...) ela quando acorda e a primeira coisa que faz é ralhar muito connosco porque não a levámos à escolinha...
Agora anda muito entusiasmada com as novas actividades que faz na escola: o Karaté, para ver se lhe dá alguma serenidade e equilibrio e as Danças Criativas, porque achamos que para a idade dela é importante esta mistura do movimento, da criatividade e da música...

É uma verdadeira nativa de gémeos... tem tanto de boazinha como de pestinha... muito doce mas também muito voluntariosa e não tem qualquer prurido em fazer uma boa birra, quando acha que com isso consegue alguma coisa... se por um lado é um doce de menina, por outro testa todos os nossos limites!

Muito amiga dos seus irmãos, Andreia e Sérgio mas também com atitudes reveladoras de alguns ciumes... nada que não seja normal na idade dela! Da irmã porque tem uma independência que ela se calhar também gostava... e do irmão porque o seu território de bébé foi totalmente abalado com a chegada do mano...

É assim a minha filhotinha do meio...

O sol, a praia, o mar...



Estas fotos já têm uns mesinhos, são de Fevereiro um dia antes do meu aniversário...
A praia da forma que mais gosto. Vazia, toda nossa para corrermos, pularmos brincarmos...
Estiveram assim uns dias lindos como agora em que só apetece mesmo ir brincar para o pé do mar!

sábado, 11 de novembro de 2006

Cerimonia de Abertura da Taça Luís Figo

Pois é, ontem foi o meu primeiro dia de trabalho desde que o Sérgio nasceu!
Confesso que apesar de estar a adorar esta estadia em casa, já tinha algumas saudades de trabalhar... e o começo não podia ter sido melhor!
Por um lado porque foi um trabalho único, que apenas implicou uma tarde e uma noite de ensaios e o espectáculo... ou seja foi um trabalho pequenino mas que já deu para "matar o bichinho"... e por outro lado foi para a Realizar, empresa para a qual adoro trabalhar, já que se trabalha com um alto nível de profissionalismo e com equipas fantásticas não só no que diz respeito ao profissionalismo mas também ao ambiente e relacionamento entre as pessoas... revi algumas caras que já não via há bastante tempo como a Patrícia, a Filipa e o Tozé.

Trabalhei muito, hoje estou toda partida, mas também me diverti bastante!

Depois de termos aturado uma cliente todo o santo dia insatisfeita por vicio e por defesa pessoal... pobre Patricia que sofreu uma "perseguição" digna de um filme de terror... a senhora é muito dificil... percebo que fique nervosa mas está a trabalhar com uma equipa com quem já trabalhou antes e é incapaz de confiar nas pessoas que sabem muito bem o que estão a fazer... claro que no fim deu o braço a torcer e nos veio dar os parabéns, mas é muito dificil trabalhar com pessoas (cliente) assim...

Enfim... dizia eu que no final ainda fomos as três, mais a Andreia (que não teve escola) comer uns "hamburgueres" ao Tropical na Avenida da Boavista e que se recomendam fortemente...
A Andreia comeu um Cheese burger com um aspecto fantástico e nós as três, Eu, Filipa e Patricia comemos o Cheese tropical que é uma sandes com mistura de carnes e legumes e é deliciosa.. não digo que é de chorar por mais porque é tão grande que não se consegue comer até ao fim... bem nós não conseguimos!!!

Conversámos, relembrámos outros eventos e foi ótimo!
É mesmo muito bom trabalhar assim!

quinta-feira, 9 de novembro de 2006

bahhhh......

Isto hoje não sai nada de jeito...
Estou cansada, o Sérgio anda chatinho, acorda muitas vezes o que é algo desgastante...
fico-me por aqui!

Ainda a Vó Bi

Ainda estou um bocadinho triste da Vó Bi...
Apesar de acreditar que a alma de alguma forma perdura, também sinto aquele egoismo de querer os meus ao pé de mim, sempre, eternamente...
A Vó Bi era daquelas pessoas que deviam ser eternas, lá diz o meu egoismo...
Começo a agarrar-me à ideia de que a minha querida avó é agora mais um anjo que me protege e que de alguma maneira me orienta pelos sinuosos caminhos da vida...
Num dia lindo como o de hoje, a nostalgia convive em mim em harmonia com a alegria própria de um dia de sol em pleno mês de Novembro...

segunda-feira, 6 de novembro de 2006

A Vó Bi continua no meu pensamento... fortemente nestes últimos dias. De uma maneira boa... vem à memória momentos fantásticos vividos com ela em alturas diferentes da minha vida.
Agora que a tristeza se começa a desvanecer, (apesar da tristeza do "nunca mais a ver" se manter) quero deixar aqui a minha homenagem aos meus queridos amigos e amigas que não são muitos mas cada ano que passa me dão mais prazer. tenho o orgulho de sentir que os meus amigos são mesmo meus amigos... para o que der e vier... mesmo fisicamente longe no dia a dia a verdade é que quando é preciso são os primeiros a aparecer:
À Lisa, minha grande grande amiga, que sempre tem um carinho especial para oferecer com os seus olhos doces e que me faz mesmo muita muita falta...
Ao "Conde" que apesar da distância e da saudade que essa distância traz é meu companheiro de muitas aventuras...
Ao Pedro que há muito perdeu o estatuo de marido da amiga para ele próprio ser amigo, com quem é muito bom conversar...
À Fonseca que nos piores momentos tem sido a minha "rocha"...
À Uxa que infelizmente as circunstâncias das nossas vidas nos afastaram bastante e que por ironia do destino as nossas filhas sem se aperceberem têm contribuido para que essa distância diminua, e porque apesar de tudo quando é preciso estamos lá uma para a outra, eu sei disso, acho que ela também...

E às novas amigas ligadas às terras do norte, recentes mas sinto que serão para durar, a Susaninha e a Vânia...

Obrigada aos meus amigos por mais uma vez estarem a meu lado neste momento que foi tão dificil!

sexta-feira, 3 de novembro de 2006

A Vó Bi partiu...
Partiu após um longo ano, talvez mais, de sofrimento silencioso... de dor muda... de vivência daquilo que ela mais temia, a dependência total, a senilidade, a falta de consciência e a falta de memória...

A Vó Bi partiu...
Partiu com a noite alta... asim como ela era, noctívaga... as nossas melhores conversas foram na cumplicidade e no silêncio da noite...

A Vó Bi partiu...
A minha mais que tudo... mais que avó... mais que mãe... ela foi o meu pilar, a minha companheira nos momentos mais dificeís da minha vida... Minha amiga profunda, minha avó querida que me compreendia apenas com a troca de um olhar... minha cumplice na dor e na alegria...

A Vó Bi partiu...
E com ela o brilho da vida de outros tempos... as memórias antigas... as histórias... do avô, da tia Andreia, dos 7 primos que com ela foram criados na casa dos avós!
As histórias da Ericeira, das meninas queques de Benfica... As memórias de família, com ela partiram...

A Vó Bi partiu...
Avó de mil netos, amiga de todos...
Mulher de grande coragem, exemplo de vida...

A Vó Bi partiu...
E Já me devastam as saudades...

A Vó Bi partiu....