sexta-feira, 22 de julho de 2011

Apelo aos líderes políticos

Hoje venho aqui apelar aos nossos hipotéticos líderes políticos, aqueles que acham que decidem alguma coisa sobre os destinos da nação, e aos nossos verdadeiros líderes políticos, os ricaços da Europa, da troika e afins...

Ora, vamos então diminuir o défice às custas dos parcos rendimentos do povo e claro está da classe média (se é que ainda existe uma classe média...)... vejamos então:
Imposto extraordinário sobre o 13º mês a partir do salário mínimo. Pergunto, os trabalhadores independentes, vulgos recibos verdes,  como eu, que não recebem 13º mês, vão pagar um imposto extraordinário sobre o quê???? Os rendimentos mensais habituais???
IVA - que se faz sentir a torto e a direito...
Aumento de 15% nas tarifas dos transportes públicos, por enquanto, pois já sabemos que vamos chegar aos 20%...
etc, etc, etc,

Estas medidas dizem-me que estes senhores estão totalmente fora da realidade de como o povo sobrevive... assim, enquanto cidadã a tentar sobreviver, proponho a V. Exas. o seguinte:
6 meses a viverem apenas com um salário digamos de cerca de 1.000€ por mês, o que já é acima da média nacional... viverem mesmo, pagarem as contas, a educação dos filhos, a comida, os transportes, os impostos extraordinários, etc...
Mas tem de ser 6 meses, no mínimo, que é para dar tempo a sentirem o efeito de se viver assim... e mais, não podem usufruir de nada que os seus rendimentos chorudos normais lhes conferem, tipo seguros de saúde, não... têm de ir aos centros de saúde, as crianças nas escolas públicas, nada de carros e motoristas, transportes públicos... enfim, aquilo a que a maioria da população vive...

Depois de viverem assim, talvez eu lhes volte a dar alguma, pouca, credibilidade!