quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

Carequinha

Aqui está o Sérgio com o seu novo look!
Igual ao pai...
CAREQUINHA!!!!!

Pois é, os raros pelos da sua cabecinha estavam tão ralos e tão compridos que coitadinho... faziam-lhe comichão nas orelhinhas, que ele quase arrancou com o desespero... para não falar das vezes em que ele agarrava os seus longos cabelos e puxava e chorava e quanto mais chorava mais puxava...

Pronto resolveu-se o problema pela raiz... foi à "máquina" - pente 2... maravilha... não só está lindo como aqueles pouquissímos cabelos, a lembrar o maestro Vitorino d'Almeida, desapareceram...

Agora onde parece careca tem cabelinho muito muito lourinho e depois em cima ao meio tem uma faixa ainda escura de cabelo de nascença... bicolor! COOL... como diz a mana mais velha está mesmo mesmo "muita fixe"...

terça-feira, 30 de janeiro de 2007

O Ramalhate



E para terminar, que a noite já vai longa, aqui fica o meu lindo ramalhete...

Bébe Nestlé

























A Nestlé promoveu um passatempo de Natal...

Claro que que eu como mamã babada mandei algumas fotos do Sérgio... As do barrete de Pai Natal! Não ganhou nenhum prémio... uma injustiça digo eu, tal como centenas de outras mães babadas...

As duas fotos em baixo não mandei porque eram montagens... claro que uma que ganhou era assim uma montagem... burra eu que tenho a mania do que está certo ou errado...

Mas está lindo o meu menino!





23 de Janeiro


E aqui estão a Susana com a sua filhotinha Bruna... Tirei esta foto na última vez que vieram jantar cá a casa. E fica assim documentada a ternura das duas!
Foi uma bela noite com uma grande correria atrás das crianças, especialmente da Bruninha que não pára quieta e está sempre a correr para todo o lado... sempre cheia de pressa... parece uma bonequinha de corda!
Num mês que está a ser particularmente dificil com o regresso ao trabalho, sabe sempre bem estes serões entre amigos para desanuviar um pouco e aproveitar o máximo o convivio.
O regresso ao trabalho não está fácil... quer dizer não é que seja dificil, apesar de estarmos num período de mesmo muito trabalho, o que até prefiro... mas é dificil a conciliação com as crianças, o cansaço das noites mal dormidas e o próprio cansaço do trabalho... benditas duas horinhas de dispensa por causa do Sérgio ainda ser menor de um ano... nestas alturas é que percebemos como fazem sentido estas benesses... por exemplo, agora estou a escrever em vez de estar a dormir... pois mas é que o Sérgio vai mamar daqui a meia horita, se adormeço e acordo, depois é um trinta e um para voltar a adormecer... assim pelo menos sempre vou actualizando aqui um bocadinho o blog com as minhas maluqueiras!
E tudo isto começou com a Susana e a Bruna! Conheci a Susana no tempo em que trabalhei na Remax, ela era a cordenadora da loja e depois passou a vendedora, acho, pela minha memória que nos demos logo bem, houve uma empatia. Achei-lhe piada, porque era uma miuda recém casada a iniciar a sua vida conjugal, novinha e com uma seriedade tão grande para a vida, muito stressada com a própria vida... o que é certo é que apesar da grande diferença de idades entre nós duas a Susana foi a minha primeira amiga aqui do Norte e foi mesmo muito bom ter alguém com quem conversar sem ser o marido, ou a sogra...
Quem já mudou de cidade sabe bem o que quero dizer, os amigos fazem mesmo muita falta... e a Susana, coitada, acho que lhe dei umas grandes secas... pois encontrei nela uma boa ouvinte e até uma boa conselheira!
Depois vieram os grandes eventos com a Realizar, as inaugurações dos novos estádios e convidei a Susana para minha assistente, precisava de alguém que entendesse a minha linguagem e como não havia orçamento para trazer alguém de Lisboa a Susaninha era uma fantástica opção... e não errei... ainda hoje sempre que tenho um trabalho do género a convido, infelizmente ela não tem podido aceitar estes ultimos, mas faz-me sempre muita falta!!!!
E pronto... aqui fica o post da Susana!!!

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Dezembro 2006

A nossa árvore foi feita logo no dia 1 de Dezembro como manda a tradição e este ano, como em cada ano, estava mais bonita do que nunca!
Numa casa onde todos adoram o Natal e onde há crianças estes momentos são vividos com grande alegria e para nós, "os grandes", com algum stress... mas este ano até fomos muito organizados: eu e as crianças montámos a árvore, os vários presépios e escolhemos os locais para as várias árvores de natal pequeninas que existem nesta casa e que de ano para ano aumentam em número... o João ficou encarregue dos enfeites "aéreos" e das iluminações!
Os presépios temos o da Andreia que ofereceu a avó Maria João, em cerâmica com umas figuras bojudas muito engraçadas e que tem direito a celeiro de palha e tudo... depois temos o que ofereceu a tia Cristina da Alemanha e que é muito bonito e fora do vulgar ( em Portugal porque na Alemanha há um em cada casa!!!) com velinhas que o faz andar à roda... depois temos um com imanes que pomos no frigorifico... as árvores são as de acrílico laranja que enfeitam ou a mesa ou a lareira ou o aparador, a da entrada que é luminosa, a dos bonequinhos pequeninos que era a da entrada e este ano passou para a lareira, a que estava na secretária do teatro e que este ano fez companhia à da entrada, uma que saiu numa revista e que ficou com as estrelinhas vermelhas junto ao presépio da Andreia... UFA!!!!!
Depois o João com a sua habilidade de bricolage pendura os enfeites mais complicados e as luzes dentro e fora de casa... enfim a panóplia de enfeites e decorações é muita, mas vale a pena durante este mês frio a casa ganha um calor e um colorido que nos deixa sempre animados.

É também um mês complicado para as mães como eu que querem seguir ao máximo as actividades dos filhos e participar activamente na sua vida escolar... isto leva-nos ao grande mas mesmo muito grande pesadelo anual... as várias actividades natalicias que os míudos adoram mas que muitas delas estão ligadas à vertente hiper comercial do Natal e que portanto para alguns pais, como nós, é um pesadelo... somos assim, anualmente confrontados com o pesadelo de termos de enfrentar um monte de gente histérica para podermos fazer um agrado aos nossos míudos... este ano por causa do bébé não fizémos grandes coisas mas ainda as levei a ver a animação do Corte Inglés que a pequenina adorou pois ainda vive muito esta época cheia de fantasias mas a mais velha já achou como eu uma vergonha... o local muito giro com a cidade dos duendes e os animais e o gelo, mas depois a animação com a intenção de levar à compra dentro da loja é vergonhosa...


Ainda conseguiram enfiar-me dentro da loja para ir buscar um papel "carta do pai natal" para a Leonor que fez mesmo muita questão em ter... eu até era capaz de ter feito compras no Corte Inglés se eles não tivessem tentado obrigar-me através das minhas crianças... quem me conhece sabe que fiquei algo indignada, vale tudo... é uma pena!!!

Dentro dos pequenos pesadelos do mês temos também aquele que é sempre um grande pesadelo e uma grande alegria ao mesmo tempo: A Festa de Natal do Colégio... não é possível que alguma mãe ou pai no seu perfeito juízo goste de ir a uma festa de natal do colégio dos filhos... a histeria dos pais, o barulho, a gritaria das crianças... enfim a confusão total que depois num segundo desaparece e transforma-se em emoção lavada de lágrimas....
Quem resiste a esta fofinha????
E assim passou mais um ano e se o natal foi bastante
animado com parte da familia reunida na nossa casa, os
meus cunhados, a minha sogra, três sobrinhos, a minha mãe, eu o João e os nossos filhos, a passagem de ano foi bastante mais calma, apenas nós cá de casa (sem a Andreia que passou com o pai) e a minha sogra.
No dia 6 de Janeiro, para continuarmos com a tradição lá "desmanchámos a casa" e voltámos à nossa rotina... teatro, meninas na escola, bébé com o João até ao fim do mês depois lá vai ele para a creche... mas o nosso espiríto unido entre nós continua e em Dezembro cá estaremos outra vez para viver um grande Natal, maior que o anterior, como todos os anos!!!




sábado, 13 de janeiro de 2007

Trabalho, trabalho, trabalho...

Pois é, o que era bom acabou... aqui estou de volta ao trabalho... a 100%!
Não posso dizer que estou triste por estar de volta, ante4s pelo contrário jé me estava a fazer a falta... na realidade o que sinto é muito mesmo muito contraditório!!! Estou contente de estar de novo a trabalhar, mas todos os dias quando saio de casa o aperto na garganta é muito grande... é tão pequenino ainda o meu menino... sei que fica bem, mas custa muito deixá-lo. A sorte é que como tenho muito que fazer o tempo passa depressa!
A volta ao teatro foi boa pois praticamente toda a gente me recebeu com um sorriso... é bom sentirmos que sentiram a nossa falta!!!
Portanto cá estou de volta à minha secretária, às Quintas de Leitura... começo bem, com o valter hugo-mãe já no dia 25, com recitadores da casa e com o Paulo Praça na 2ª parte... É definitivamente bom estar de volta...