domingo, 31 de agosto de 2008

Novo Futuro no Bartô do Chapitô - 3 de Agosto 2008

É já na próxima terça feira dia 3 de Agosto que no Bartô do Chapitô no Evento "A Voz das ONG'S" a Novo Futuro vai falar sobre o seu trabalho junto das crianças. A partir das 22H00 entrada livre, sejam solidários, marquem presença!

" A Associação Novo futuro tem por objectivo criar e gerir pequenos Lares para Crianças e Jovens - privados de ambiente familiar ou retirados à família por ordem dos Tribunais - proporcionando às Crianças/Jovens acolhidas, sem distinção de sexo, raça, ou religião, o desenvolvimento humano a que têm direito, num ambiente familiar, com afecto, bem-estar e privacidade, para além de uma educação que lhes permita quando chegar a altura, uma mais fácil integração na sociedade."

8 de Agosto de 2008

Este ano não há férias... emprego novo, é só trabalhar trabalhar... mas no meio de toda a agitação que tem sido com esta mudança, entre as idas e vindas ao Porto para recuperar energias junto dos filhotes e do maridão, lá veio durante uma semaninha a visita da família... usufrui menos do que gostaria mas ainda conseguimos uns parcos mas bons momentos... aqui ficam as imagens de uma fantástica tarde no Parque das Nações:
Chegada ao Parque

Leonor com a Tia Beatriz
À saída do Oceanário

Passeando pelo Parque
Com o calor a apertar, a Andreia e a amiga Daniela a refrescarem-se...
Já refrescadinhas...
Brincando nas dunas de relva!

sábado, 30 de agosto de 2008





Conhecem esta fantástica Associação????
Não???
Se conhecem fujam dela a sete pés... principalmente se pretendem arrendar uma casa!!!!
É que as casas que eles têm é só uma ilusão... na realidade eles não precisam nem querem arrendar nada... é só bem e poderoso ser proprietário em Lisboa, agora imaginem a arrogância de não sei quantos proprietários toda junta... ui é mesmo a doer!
Então aqui fica o email que lhes mandei a reclamar e onde explica o que se passou... foi lindo...
"Exmo. Sr. Engenheiro Monteiro de Barros,

Venho por este meio apresentar a minha mais profunda indignação e desilusão na forma como a Associação presidida por V/ Exa. se comportou para me mostrar um imóvel para arrendamento.
Assim passo a descrever a situação ocorrida:
Marquei uma visita a um apartamento sito na Travessa do Chão da Feira, nº 7 para a passada 6ª feira dia 22 de Agosto. Foi-me dito que a visita seria feita a partir das 10H da manhã.
Cheguei ao local às 10H15 e não se encontrava ninguém. Logo de seguida chegou uma jovem para ver o mesmo imóvel e ainda uma senhora já com alguma idade que já lá tinha estado às 10H e também não estava ninguém!
Às 10H30 liguei para a Associação para perguntar o que se passava, uma vez que estávamos 3 pessoas à porta do prédio e ninguém da Associação para mostrar. Fui totalmente desrespeitada e mal tratada por alguma funcionária (que infelizmente não guardei o nome) e que só faltou insultar-me. A minha vontade foi reclamar de imediato, mas tendo em conta o país em que vivemos e a forma como a dita funcionária se dirigiu a mim, achei que se reclamasse poderia ter problemas para conseguir arrendar um apartamento! Nada disse e voltei a ligar para agendar uma nova visita ao local.
Foi marcada para hoje. Disseram-me que a visita era às 14H30 e que tinha de estar na Associação, no Príncipe Real pelas 14H. Referi que gostaria de poder ir ter directamente ao local uma vez que trabalho a 5 minutos do imóvel em questão. Então pediram-me para ser muito pontual, se pudesse para estar um bocadinho mais cedo porque quem mostra os imóveis não espera…
Assim, hoje às 14H25 estava à porta do prédio onde aguardei até às 14H50. E onde ninguém apareceu para mostrar.
Também ninguém me contactou para me dizer que já não podiam ir ou qualquer outra coisa. Também me tinha sido referido pela má educada funcionária que não contactavam as pessoas…

Assim, chego à triste conclusão, que os proprietários da Associação Lisbonense não precisam de arrendar as suas casas. É pena, porque nós, aqueles cidadãos que temos pleno direito a uma habitação condigna, não só precisamos de as arrendar, como deveria ser para nós uma segurança fazê-lo através da Associação! Pelos vistos a arrogância do poder imobiliário é mais forte do que a prestação de um serviço de qualidade e do que a boa educação.

Mais uma vez, não me resta senão lamentar profundamente toda esta situação e ter esperança em encontrar um apartamento que não seja da Associação!

Com os meus melhores cumprimentos,"
LINDO, NÃO ACHAM?

Tempo tempo tempo

A desculpa é sempre a mesma... falta de tempo... falta de tempo para mim. Falta de tempo para descontrair. Falta de tempo para reflectir. Falta de tempo para os amigos. Falta de tempo para a família. Falta de tempo para os filhotes. Falta de tempo para o marido. Falta de tempo para mim.
Nos últimos três meses, o trabalho é a dominante absoluta da minha vida... não consigo fazer mais nada senão trabalhar ou pensar de que forma vou resolver todas as questões relacionadas com o trabalho. Não consigo abstrair-me... não é bom... mas o trabalho em si é muito bom. Ou talvez seja melhor dizer, que se estiver ao meu alcance proporcionar alguma estabilidade, poderá vir a ser muito bom!
Não consigo perceber algumas das pessoas que fazem parte da equipa. Será que têm consciência da dificuldade que é, nos tempos que correm, encontrar um trabalho??? E ainda por cima um trabalho dentro das suas áreas de intervenção???? E ainda por cima um trabalho onde não só se pode desenvolver uma série de capacidades ligadas a cada área de especialização como ainda contribuir em simultâneo para a continuidade dum muitíssimo importante projecto de intervenção social???? E para tal não têm que fazer muito, apenas ter orgulho no seu trabalho e fazê-lo o melhor que lhes é possível...
Infelizmente sou obrigada a aceitar aquele velho e gasto chavão "é mesmo à portuguesa..."! É a instalação e acomodação ao empregozinho... é a total desresponsabilização das tarefas... é o deixa andar... é o amanhã farei... é a total falta de espírito de equipa... Sei que não é um projecto fácil de se trabalhar! É de facto muito exigente das nossas capacidades e está permanentemente a exigir-nos criatividade na resolução de problemas. Mas não será este tipo de situação que deveríamos procurar e que nos deveria entusiasmar?
Bem sei que o momento não é fácil. Pois a complexidade e dureza do dia a dia misturam-se com uma equipa em reestruturação e por isso o "confronto" e adaptação dos novos elementos aos que já lá estavam. E isso não é pêra doce. Mas...
Estou um pouco desapontada, estes últimos dias, porque nesta luta de encontrarmos as pessoas certas para os lugares certos, deu entrada na equipa uma jovem que no espaço de um mês me trouxe não só muita empatia, como uma eficiência extraordinária e uma adaptação e compreensão às necessidades e exigências das suas tarefas... Uma jovem que conseguiu trazer-me alguma tranquilidade e a certeza de que de facto só precisamos de encontrar as pessoas certas para os lugares certos... Mas esta jovem vai-nos deixar... concretizaram-se os meus piores receios, teve uma proposta para a sua área de formação e... aceitou. A mim resta-me desejar-lhe as maiores das sortes e desesperar-me porque não posso competir com a oferta que teve. Não é uma questão monetária, é mesmo uma questão do tipo de trabalho!
E portanto no que diz respeito a este sector, lá voltei à estaca zero... M...
Portanto no meio de toda esta agitação, de todo este envolvimento, claro que os meus desabafos aqui pela blogosfera andam muito escassos...
A semana que vai entrar, acho que vai ser uma semana também muito dura. Decisões e opções a tomar que têm a ver com esta remodelação da equipa... e acreditem que não são fáceis, nem tranquilas... a ver vamos como consigo dar a volta à situação!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

NOFITSTATE - Tabú




No CCB até 31 de Agosto.
Mesmo mesmo a NÃO PERDER!!!

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Sempre em movimento!

Por questões de logística familiar, este mês de Agosto vou passá-lo em casa da minha irmã.
Este verão vai ser todo a trabalhar... férias... vamos lá ver se se conseguem uns diazitos lá mais para a frente! De qualquer forma aqui na casa da mana sempre tenho net... o que me permite vir aqui desanuviar um bocadinho! Bem preciso, para tirar da cabeça nem que seja por parcas horas as problemáticas do trabalho.
Ah... e para a semana tenho o maridão e os filhotes aqui pelas terras lisboetas :-)
Vai ser tão bom... mesmo que seja só para dar um sorriso aos miúdos a dormir e um beijo ao marido de boa noite. Pelo menos faço-o ao vivo!!!!! Não me devia estar a queixar já que acabei de chegar do Porto depois de 4 belos dias de plena festa familiar.
Mas quando se está bem sabe sempre a pouco...
Bom. Vou mas é dormir que o tempo para descansar escasseia e eu estou mesmo de rastos!

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

valter hugo mãe em grande forma!

3 de Agosto

Como a família é grande e infelizmente não podemos estar juntos tantas vezes quantas gostaríamos, aproveitam-se assim estas oportunidades para se irem matando as saudades. Desta vez, a propósito de ter sobrado muita comida, os meus cunhados e sobrinhos voltaram no Domingo e lá passámos uma agradável tarde no Parque seguido de um bem simpático jantarinho de restos da festa do dia anterior... Aqui ficam algumas imagens:

Todos pela sombrinha!

Há tempo para tudo... até para as birras :-(

Sérgio e Gonçalo

Os homens da minha vida!

Hora de invadir os brinquedos do parque.Brincadeiras no escorrega!



2 de Agosto


Há dois anos foi assim! Após uma gravidez cheia de sobressaltos lá nascia o meu menino, no Hospital Pedro Hispano onde foi direitinho para a incubadora, não por causa das suspeitas da gravidez (que felizmente não passaram de sustos) mas porque nasceu hipoglicémico... Não foi nada de grave a não ser a angústia do momento em que dizem que o nosso bébé está na neonatologia... e depois quando nos deparamos com o nosso rebento na incubadora cheio de fios também não é uma boa memória... apenas o "alívio" de olhar para os outros e pensar o meu está bem... um "alívio" um pouco mórbido!!! Mas o que é certo é que dos meus três filhotes o Sérgio é o único de que não tenho boas memórias da estadia no Hospital! Foi muito duro para mim e para ele... Mas já lá vai! E já lá vão dois fantásticos anos:

Adorei o bolo que desencatámos este ano na fantástica Pastelaria da Vila Beatriz... já há uns tempos que os bolos cá de casa vêm de lá e são sempre fantásticos... este ano também com a deliciosa ironia de o tema ser assim virado para o circo... chapitô????? Não sei se percebem a piada!!! Mas juro que foi coincidência!

O presente da mamã, do papá e das manas! Foi um sucesso... não só com ele mas também com os priminhos que vieram pela tarde à festinha...
Já no parque da Vila Beatriz, depois do grande almoço com toda a família, incluindo os tios de França... Aqui no parque estivémos algumas horas em plenas brincadeiras com a criançada toda, foi óptimo!

As duas pestinas-mor: Leonor e João. Não param quando estão juntos e adoram brincar sendo sempre muito muito criativos. A passadeira virou cavalos de corrida e estiveram ali a "galopar" imenso tempo...

Os quatro priminhos mais jovens em plena actividade... Ups... afinal já não são os mais jovens! Há rebento novo na família:

Aqui está ela - Oceanne, filha do primo Jorge e da Céline. Com 4 mesinhos, os malandros não nos disseram nada para nos fazerem uma surpresa... claro que quando abri a porta de casa ia tendo um colapso... é linda e muito muito simpática, aqui ao colinho da avó Julina! Foi um grande dia bastante extenuante para mim e para o João mas também muito agradável com a malta toda por perto... ou quase toda!!!