sábado, 22 de outubro de 2011

Morte

Ontem faleceu uma pessoa que foi uma referência na minha infância e na minha juventude!
Já há uns tempos que raramente o via... por vários motivos... A minha mudança para o norte do país não ajudou a manter contacto com algumas pessoas, e depois porque apesar de sabermos que a morte é uma das poucas verdades da vida, tomamos sempre as pessoas como garantidas, não vivemos a pensar que um dia aquela pessoa pode desaparecer para sempre das nossas vidas!
Não aguentaríamos viver em permanência com esse pensamento, mas talvez o devessemos fazer de vez em quando, talvez evitássemos o que sinto neste momento... aquela tristeza profunda que nos enche o corpo e a alma...
Porque uma coisa é estarmos longe das pessoas mas quando nos apetece ou quando nos lembramos reaproximamo-nos, outra coisa é este sentimento que a morte nos traz do nunca mais! Nunca mais poder estar com alguém...

Enfim, estou muito triste!