segunda-feira, 30 de abril de 2007

Folga e meninos!

Pois pois... então que faço eu, aqui tão cedinho num dia de folga???? Num daqueles dias em que o João leva os meninos à escola e eu durmo, durmo até não poder mais... pois, os meninos estão doentinhos... não houve escolinha para ninguém, nem dormir muito...
Cá estamos neste belo dia de folga, entre ranhocas de um lado, vomitados do outro.... que mais poderia eu desejar para este dia de folga tão ansiado?...
Depois de uma noite a dormir aos solavancos, a acordar milhões de vezes... umas porque a Leonor usa e abusa do seu estatuto de doentinha, outras pelos ruídos estranhos emitidos pelo Sérgio... foi mesmo mesmo uma noite deliciosa!
E agora que deveriam estar a dormir, já com o pequeno almoço na barriguinha... adivinhem... o Sérgio lá consegui que adormecesse há coisa de 5 minutos, mas a Leonor... aaaaaaahhhhhhhh a Leonor está a ver "bonecos" na televisão e a cada 2 minutos chama-me que isto de ter estatuto de doentinha não dura sempre... há que gozá-lo enquanto se pode!!!!
E assim vai ser o meu dia de folga!
Entre a preocupação deles estarem bem, as ranhocas, uma ida ao Dr. Libério a seguir ao almoço e este sono que me faz pesar os olhos... que mais poderia eu querer???

As últimas imagens das crianças!

quarta-feira, 25 de abril de 2007

25 de Abril de 1974

Tinha 8 anos.
Começou como um dia igual aos outros.
A vó Bi acordou-me bem cedinho para ir para a escola. Era o Externato "O Poeta" na Avenida do Lumiar mesmo ao lado dos estúdios da RTP.
A carrinha passou na minha casa à hora prevista. Quando chegámos à escola já sabíamos que algo de estranho se passava.
Os soldados do quartel, que era um pouquinho mais à frente, estavam todos na rua.
A directora da Escola a D. Maria Antónia e os restantes professores estavam todos muito agitados a correrem de um lado para o outro e a juntarem-nos todos nas salas do r/c...
Era a revolução... eram os soldados que estavam armados na rua...
Enquanto os professores tentavam contactar os pais para irem buscar as crianças à escola, eu e a minha grande amiga e cúmplice Patrícia fugimos e conseguimos entrar no quartel do Lumiar... Foi um alvoroço com os soldados que corriam de um lado para o outro... lá houve um que nos "agarrou" e cheio de paciência percorreu a avenida batendo às portas dos vários colégios até chegar ao nosso...
Os nossos pais já lá estavam... as mães choravam e os pais bradavam de fúria...
Lembro-me da volta para casa no nosso carocha pela Estrada de Benfica. Parecia um desfile de carnaval... uma festa, não havia uma janela sem alguém... toda a gente estava nas janelas e nas ruas, muitas das pessoas nem sabiam bem o que se estava a passar... era uma alegria contagiante.
O meu pai, muito envolvido na política e nas lutas partidárias lá nos levou até ao Carmo e o resto do dia andámos na rua sem percebermos muito bem o que se estava a passar.

Toda a gente cantava, toda a gente falava...

25 de Abril

E Depois do Adeus..

Quis saber quem sou
O que faço aqui
Quem me abandonou
De quem me esqueci
Perguntei por mim
Quis saber de nós
Mas o mar
Não me traz
Tua voz.


Em silêncio, amor
Em tristeza e fim
Eu te sinto, em flor
Eu te sofro, em mim
Eu te lembro, assim
Partir é morrer
Como amar
É ganhar
E perder


Tu vieste em flor
Eu te desfolhei
Tu te deste em amor
Eu nada te dei
Em teu corpo, amor
Eu adormeci
Morri nele
E ao morrer
Renasci


E depois do amor
E depois de nós
O dizer adeus
O ficarmos sós
Teu lugar a mais
Tua ausência em mim
Tua paz
Que perdi
Minha dor que aprendi
De novo vieste em flor
Te desfolhei...

E depois do amor
E depois de nós
O adeus
O ficarmos sós.

sábado, 21 de abril de 2007

Finalmente... net em casa!

Agoar já não tenho desculpa mas não postar... a net voltou ao meu humilde computador de casa... Senti a falta dela...

Também é verdade que o tempo para escrever não tem sido muito, já que o trabalho no teatro tm-me ocupado bastante e por isso quando estou em casa tento de alguma forma compensar os filhotes e o maridão!
Hoje já fomos ao teatro e a seguir comemmos um geladinho, eu, a Andreia e a Leonor mas sinto-me muito cansada. Precisava de passar um dia na cama a dormir sem interrupções!
Hoje durante a manhã ainda dormi assim um bocado, sem ninguém me acordar, o João lá controlou a malta e consegui acordar por mim já era quase 12h... QUE BOM!!!

E pronto! por agora já chega... vou tratar das paarocas mas volto mais logo pela noitinha para por um pouco em dia os acontecimentos que ocorreram durante esta pequena ausência!

segunda-feira, 9 de abril de 2007

José Luís Peixoto e Pedro Tochas nas Quintas de Leitura

Este mês temos José Luís Peixoto nas Quintas de Leitura.
A performance está a cargo da Filipa Francisco e a música do Thollem McDonas.







O Pedro Tochas também volta no final deste mês com o "Palhaço Escultor", espectáculo que tem vencido vários prémios fora de Portugal (claro...) e que tenho muita curiosidade de ver! É outra faceta do Pedro, já que este é um esoectáculo para crianças.

Com o acolhimento "Os Lusíadas" da Cultural Kids este vai ser um mês em grande!

Ainda sem net...

Pois é... continuo sem net em casa!!! E vou continuar durante uns tempos! Nada de grave, mas sinto falta de poder "postar" quando me apetece...
Cá venho nestas escapadinhas à hora de almoço, mas não é a mesma coisa, até porque parece que as coisas já ficam desajustadas no tempo...

A Páscoa correu bem. Foi calminha. A Andreia passou em Lisboa e nós na nossa casinha só com a minha sogra.
Estivemos bem e como fizeram uns dias lindos lá andámos todos os dias de manhã no parque com a Leonor e o Sérgio.
E como os católicos têm uns hábitos algo estranhos nesta época, lá estivémos com o parque por nossa conta o que foi fantástico... tudo muito calmo à excepção do barulho das rodinhas dos patins da Leonor, a sua última descoberta!!!

No sabádo tivémos a visita do Nelo, da Sara e dos sobrinhos todos... Zé, João, Tiago e Gonçalo.
O Gonçalo que só tem 4 meses está enorme... bem maior que o meu Sérginho!!!
Não sei o que é que a minha cunhada dá aos míudis mas o que é certo é que eles são todos tamanho XL!!!!!